I OFTALGEST

17-18 junho 2022

Teatro Sá de Miranda

Viana do Castelo

Augusto Magalhães Pres. Colégio Oftalmologia

"A criação de um espaço de debate sobre gestão em oftalmologia é uma iniciativa inédita e louvável no atual contexto social e político. É do maior interesse juntar visões necessariamente diferentes, mas complementares, capazes de promover uma discussão profícua entre médicos especialistas e decisores nas áreas de gestão técnica e política."

Rufino Silva Presidente da SPO

"As transformações na área da saúde, e na Oftalmologia em particular, dentro e fora do SNS, em todas as suas vertentes, têm sido rápidas, nem sempre devidamente sustentadas, traduzindo interesses diversos e refletindo um poder de intervenção cada vez mais reduzido por parte dos clínicos. Mais de metade dos Oftalmologistas trabalham exclusivamente fora do SNS. É premente a necessidade de os Oftalmologistas debaterem a gestão na saúde e na Oftalmologia em especial, os modelos de organização do trabalho e do seu financiamento, a retenção e valorização profissional dos Oftalmologistas, a convergência entre médicos e gestores e a defesa do interesse dos doentes. O futuro da Oftalmologia, dos Oftalmologistas e dos doentes depende muito do papel ativo de todos os Oftalmologistas na construção de modelos de Gestão eficientes e sustentáveis. Estas são razoes mais do que suficientes para tornarem estas jornadas um dos grandes eventos da Oftalmologia nacional em 2022."

Pedro Meneres DSCHUP

A extraordinária evolução na Oftalmologia torna desafiante a gestão nesta especialidade. As necessidades crescentes de uma população com maior esperança de vida e consequentemente com mais patologias como cataratas, glaucoma, DMI ou retinopatia diabética, obriga a investimentos expressivos pelas organizações e aumenta as exigências na eficiência da atividade clinica. Há que valorizar os médicos Oftalmologistas no SNS, para adequadamente podermos assistir os doentes, designadamente os que apresentam risco de cegueira ou os que podem recuperar a sua visão com intervenções médicas. Está de parabéns o Serviço de Oftalmologia de Viana e o seu Diretor Dr. Sérgio Azevedo pela realização destas jornadas e pelo forte dinamismo e esforço aplicados no Alto Minho.

Joaquim Murta DS CHUC

O tema das I Jornadas do Serviço de Oftalmologia da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), “Futuro da Oftalmologia no SNS”, reveste-se de grande importância no contexto atual da política de saúde em Portugal. Vão ser abordados e discutidos temas de grande relevância, que exigem decisões a curto prazo, e com a participação de inúmeras personalidades com grande experiência. Os sistemas de saúde em todo o mundo debatem-se, cada vez mais, com o aumento significativo dos seus custos que, muitas vezes, não foi acompanhado com um aumento da qualidade, não obstante possuírem profissionais esforçados e muito bem treinados. A Organização Mundial de Saúde estima que 20-40% dos custos dos sistemas de saúde são desperdiçados por ineficiência. O principal objectivo de qualquer sistema de saúde deverá ser providenciar cuidados de qualidade cujo valor deverá ser definido pelos resultados em saúde (eficiência, elevada qualidade, óptima relação custo-efectividade, educação, etc), avaliados em função do financiamento alocado. Este objectivo deve ser a principal preocupação de todos os agentes envolvidos no sistema (doentes, sociedade, instituições hospitalares, seguradoras, companhias farmacêuticas, etc).

Taveira Gomes PCA ULSM

"A competência em gestão é essencial na atividade clínica, e os médicos são, também aqui, figuras centrais. Nem sempre sabem ou querem assumir esta responsabilidade, mas a verdade é que em todas as decisões há essa componente de gestão: os recursos são limitados, as opções terapêuticas não são iguais para todas as pessoas, e em todos os casos estamos a fazer exercícios de custo/benefício. A Oftalmologia é um excelente exemplo, não só do que acima foi dito, mas também no exercício da atividade dentro do SNS, com os múltiplos desafios que encerra. O Serviço de Oftalmologia da Unidade Local de Saúde do Alto Minho propôs-se tratar também desta visão para o futuro da Oftalmologia no SNS, que se pode alargar à redefinição da Saúde no SNS, que é urgente. Bem haja pela iniciativa!"

Licínio Carvalho PCA CH Leiria

"Considero muito relevante a iniciativa da ULSAM dedicada em particular à Gestão na Oftalmologia. De facto, a Oftalmologia é uma das áreas médicas que prima, cada vez mais, pela inovação e tecnologia na sua prática clínica, o que traduz em benefícios evidentes nos cuidados prestados aos doentes, sendo uma especialidade de vanguarda, em constante evolução. É, portanto, pertinente uma análise e discussão dos principais desafios da Oftalmologia como a sustentabilidade do investimento necessário, a crescente ambulatorização da Oftalmologia e a concorrência entre o setor público e o setor privado. Estou disponível para dar o meu contributo e visão neste encontro de reflexão."

Nuno Jacinto Presidente APMGF

"É com enorme satisfação que antevejo a realização deste evento, que visa sobretudo a troca de experiências e de conhecimentos entre colegas de diferentes especialidades e níveis de cuidados. Conhecer a realidade dos diferentes colegas permite a cada um de nós saber utilizar melhor os recursos disponíveis e assim garantir um percurso mais eficaz dos nosso doentes dentro do sistema e Serviço Nacional de Saúde. Além disso, o ênfase dado à Gestão em Saúde permitirá aprofundar uma área que muitas vezes negligenciamos mas que é absolutamente central na prática médica dos tempos atuais."

Elsa Baião PCA CH Oeste

"Foi com enorme entusiasmo e expectativa que aceitei o convite para estar presente nas jornadas  “O futuro da Oftalmologia no SNS”! É uma extraordinária oportunidade de  partilha de conhecimento, de experiências e de boas práticas por parte daqueles que assumem papel ativo na gestão e no planeamento da Oftalmologia no SNS. A  Oftalmologia no SNS é uma das especialidade numa encruzilhada, pelo crescendo de  necessidades que satisfaz, com o envelhecimento demográfico e incremento das doenças crónicas, para além das carências de recursos médicos especializados, tantas vezes aliciados pelo setor privado. Neste contexto, há que repensar o presente e, sobretudo, equacionar o futuro, em nome da resposta da Oftalmologia, mas acima da perpetuação e desenvolvimento do SNS."

Diogo Ponte Mais Participação Melhor Saúde

"A Oftalmologia é uma dimensão médica e social fundamental para a população portuguesa. A sua incidência é concomitante com a sua importância, sendo por isso essencial existir um evento que funcione como um think tank — uma plataforma de reflexão para o futuro. De onde nasçam novas soluções e novos caminhos. Torna-se imperativo materializarem-se um conjunto de respostas para as exigências do Séc. XXI, para que o doente no centro do SNS não passe de um chavão teórico em que na verdade se confirma o contrário. A Advocacia dos Direitos está em linha com a progressão do SNS, se este regride ou cristaliza, temos pior participação, pior saúde... Esperamos que com Mais Oftalmologia tenhamos Melhor Saúde"

Natacha Moreno DS Oft H. Santa Maria Maior

"Esta reunião representa um importante passo pois vai permitir, através da troca de ideias e experiências, encurtar o longo caminho que todos percorremos para alcançar as metas traçadas. Não deveríamos trabalhar de forma isolada, é necessária a colaboração de todos para oferecer um serviço de excelência aos nossos utentes. Os serviços de menor dimensão servem populações com iguais direitos na sua assistência relativamente a hospitais de maior dimensão. Daí a criação de bases que facilitem o cumprimento dos objetivos de cada serviço considerando as dificuldades sentidas diariamente nos serviços dos hospitais periféricos, seja a nível económico ou humano. O Serviço de Oftalmologia do Hospital Santa Maria Maior gostaria de expor a sua experiência durante os últimos 10 anos de funcionamento."

Carlos Santos PCA CHUC

"“As I Jornadas do Serviço de Oftalmologia da ULSAM – “O Futuro da Oftalmologia no SNS”, cujo tema central é a Gestão na Oftalmologia, devem suscitar o maior interesse por parte de clínicos e de gestores. De facto, esta iniciativa não podia ser mais oportuna tendo em conta, não apenas a necessidade de prepararmos o SNS do futuro, com uma visão transformadora dos modelos de organização do trabalho, de financiamento das organizações de saúde e de atração e retenção dos profissionais, mas também a progressiva convergência de agendas de clínicos e de gestores na construção de um roteiro comum à Clinical Governance e à Corporate Governance como forma de promover a efetividade clínica, de modo sustentável. Estas e muitas outras perspetivas sobre o futuro da oftalmologia no SNS, em discussão nos dias 17 e 18 de junho, são razões de sobra para que o interesse nestas I Jornadas do Serviço de Oftalmologia da ULSAM seja máximo.”

Pedro Nunes DS CHLO

"A Oftalmologia evoluiu de forma significativa nos últimos anos. Para quem, como eu, vai acumulando tempo largo de exercício profissional pode testemunhar a evolução para uma especialidade cada vez mais tecnológica, com uma capacidade de intervenção até há pouco nem sonhada. Ao mesmo tempo a exploração de novos desafios se por um lado faz navegar o oftalmologista em mares desafiantes cruza a ténue fronteira entre a resposta à doença, a cura ou a prevenção do dano e o responder a um desejo, um sonho uma vontade. Como viverá a especialidade confrontada entre o exercício da Medicina e a prestação de serviços? Como será possível assegurar cuidados universais quando o desenvolvimento exponencial da tecnologia torna a progressão dos custos geométrica? Nestes tempos pós pandémicos vai ser interessante debater a oftalmologia não pelo prisma do novo avanço tecnológico mas pela sempre eterna reflexão do que é humano."

Franklim Ramos PCA ULSAM

"Estou convicto que as Jornadas “O futuro da Oftalmologia no SNS “, dedicadas exclusivamente à área da gestão de oftalmologia, contribuam para uma mudança de paradigma tão necessário e tão urgente com vista a aumentar a eficácia e eficiência do SNS colocando o doente no centro das preocupações e na resolubilidade de todos os processos. Tenho um desejo profundo que estas Jornadas não constituam só momentos de catarse, mas que sirvam para apresentar soluções para problemas reais que todos conhecemos e despertem no poder politico as orientações estratégicas necessárias."

Henrique Capelas PCA Hosp. Sra. Oliveira Guimarães

“É de saudar esta excelente e inovadora iniciativa do Serviço de Oftalmologia da ULSAM ao promover este evento que junta profissionais de diversas Unidades, com diferentes perspectivas, mas certamente com um objectivo comum, das melhores praticas na oftalmologia. É fundamental o benchmarking, com a partilha de diferentes experiencias que só podem aportar mais valia aos distintos serviços que nestas jornadas, partilham o seu saber, contribuído para um maior enriquecimento não só das praticas clinicas que já são de excelência, mas também nas praticas de gestão onde porventura haverá ainda um caminho a percorrer.”

Walter Rodrigues DS CHLN

" É importante o debate com todos os oftalmologistas sobre os desafios que a oftalmologia nacional atravessa, as suas fragilidades em termos de Recursos Humanos e de Gestão. Onde estamos e para onde vamos".

Alberto Midões Dir. Dep. Cirurgia ULSAM

Vivemos tempos de indefinição. O mundo surpreende-nos com o impensável e perdemos a tranquilidade necessária na procura de soluções para as nossa vidas e para as dos outros. Quando a contradição entre o discurso e a realidade é uma constante, quando é preciso um grande esforço para uma pequena conquista, quando os mais velhos só podem descrer, como acreditar? O OFTALGEST explica-nos! Esta iniciativa, que é muito mais do que um debate sobre oftalmologia, será um momento de tranquilidade. Da tranquilidade que precisamos para refletir e avançar, apontando soluções que nos permitam acreditar num SNS moderno e eficaz onde utentes e profissionais se sintam bem tratados. É um esforço do Serviço de Oftalmologia da ULSAM, reconhecido pelos seus pares, e por gestores cuja presença imprescindível validará as conclusões que naturalmente acontecerão. É uma oportunidade única para o encontro das vontades indispensáveis à definição de novos conceitos, novos modelos, que virão de espíritos abertos, experientes e responsáveis. O OFTALGEST é já uma aposta ganha!

Aldina Reis Presidente APOR

Os últimos tempos têm sido marcados por profundas alterações, nomeadamente na forma como trabalhamos, socializamos e interagimos com os outros. O esforço de resiliência exigido a todos os portugueses, no contexto de uma crise sem precedentes em vários sectores, deve ser complementado pela criação de laços de solidariedade e sinergias entre instituições, e destas para com o cidadão. A ostensiva sobrecarga do SNS, acentuada pela pandemia em curso, e o défice de profissionais, anunciam profundas dificuldades de recuperação. Urge, assim, olhar para o futuro, planear e mobilizar, em todas as áreas da saúde. Os Ortoptistas são profissionais de saúde da visão, inseridos no SNS, há mais de 60 anos, dotados de competências próprias nas áreas clínica e assistencial, nos domínios da prevenção, diagnóstico, tratamento, reabilitação da doença ocular e promoção da saúde visual, indispensáveis para os objectivos assistenciais em Oftalmologia. Estamos disponíveis para o diálogo e para fazer nascer, novas soluções para o trabalho em equipa, centradas no utente da área da saúde da visão.

    Conheça um pouco sobre Viana.

    Veja o video e perceba porque Viana fica no coração.

    Fica no coração

    logo unicor png

    Visite as nossas Redes Sociais

    app-oftalgest-istore-googleplay

    Descarregue a nossa App OftalGest

    Acompanhe todas as novidades de perto.
    Aplicação disponível na App Store e na Google Play Store